GRAMINMinistériosProjetosNo AmazonasMuralParticipar
Projetos
 
 

A população indígena que vive nas encostas do Rio Negro estão expostas a diversas doenças, resultando em uma expectativa de vida muito baixa. O acesso a essa população é complexo, o que dificulta, inclusive, a pregação da mensagem de Deus. Sendo assim, o objetivo deste ministério é levar tanto serviços de saúde quanto o evangelho a todos os indígenas que vivem na área.

 
 

O casal de coreanos missionários Kim, Cheol Ki e Rute woon Seok Kim começaram o ministério próximo ao Rio Solimões em Março de 1991.     E em Fevereiro de 1995 mudaram-se para a cidade de São Gabriel da Cachoeira (ministram atualmente). Desde o ano de 1996, iniciaram as viagens no percurso do Rio Negro sobre uma voadeira, e motor alugado por cinquenta Reais aquele tempo, e acompanhados de médicos do exército brasileiro e também de voluntários grupos dos medicos de Sao Paulo e de vez em quando os missionários estrangeiros a curto prazo, para assim, atender a saúde da população indígena ribeirinha e das comunidades indígenas locais.

Em 2004 , Dr Thomas Jang de Nova York do qual antes viera voluntariar se como dentista, sensibilizado com toda a  necessidade local ,contribuiu à igreja do pastor Kim para construção de um consultório médico e doou equipamento do odontológico, desde então todos os dias são feitos atendimentos para a população carente da cidade de São Gabriel da Cachoeira.

E para dar continuidade e melhora no trabalho de atendimento médico em benefício a população indígena, os missionários Kim e Huh oraram por 12 anos a pedido de um Barco Hospital, e esta oração foi atendida .

Através de generosas ofertas, doações, contribuições de diversas igrejas sustentadoras e fervorosas orações  obteve-se  um Barco Hospital semi novo de apenas 5 anos de uso, feito de alumínio  dando leveza e rapidez às viagens.

O Barco Hospital tem 6 metros de largura com 21 metros de comprimento. Assim, desde a obtenção em 2007, o Barco Hospital  Missionária Rute  navegou até Dezembro de 2008 durante 80 dias seguidos , atendendo 2500 pessoas indígenas e não indígenas.Todas as pessoas assistidas receberam seu devido tratamento medico e ouviram mensagem da Biblia através da apresentação do  Evangelho Cubo.

 

 
 

1) Necessidade Geográfica
Existem  comunidades indígenas de difícil acesso, devido à distância e também devido a existência de correntezas e cachoeiras da região, das quais com uma canoa demoraria dias para chegar, mas  o Barco Hospital, permite através de sua leveza e sua rapidez fazer as viagens de difícil e de longo acesso, podendo assim, alcançar todas as regiões que antes eram  impossíveis de se chegar.

2) Carência no tratamento de doenças da população indígena
A maioria das comunidades indígenas do Alto Rio Negro sofre a ausência de serviços de saúde –  à exceção daquelas que vivem próximas do centro urbano, e que, ainda assim, carecem de tratamento adequado. Por meio do barco-hospital essa população carente poderá ser atendida e ter acesso a tratamentos com os remédios necessários.

3) Cooperação com o governo brasileiro
De acordo com a legislação voltada para a proteção do índio, tanto brasileiros não-indígenas quanto estrangeiros são proibidos de entrar nas reservas indígenas sem a permissão do Governo Federal. Contudo, devido às dificuldades de logística e pessoal, a Fundação Nacional de Saúde (FUNASA) não consegue levar tratamentos de saúde a toda a população da área. Sendo assim, há uma parceria entre a FUNASA e nossa equipe com o objetivo de prestar assistência médica às comunidades indígenas por meio do barco-hospital.

4) Facilidade no alcance do Evangelho
 Durante as consultas, que são individuais, os pacientes aguardam sua vez com diversos tipos de serviços oferecidos pelo ministério, entre eles: corte de cabelo, fotografia e família, limpeza de mãos e pés, entre outros. Há, também, a apresentação do evangelho cubo – figuras dispostas em um cubo, que contam a história de Jesus Cristo - realizada pelos alunos do Instituto Bíblico do Alto Rio Negro (IBARNE).

 
 

1) Ministério Médico
Médicos em geral, dentistas, cirurgias de simples procedimento , farmácia, educação preventiva a doenças e vacinações especificas.

2) Ministério Evangelístico
Apresentação do Evangelho Cubo ,filmes sobre relatos de Jesus Cristo, visita as casas , escola bíblica de férias para as crianças na cidade e nas comunidades indígenas.

 
 

1) Recurso humano
Médicos , dentistas, médicos de medicina fisoterápica , enfermeiros , farmacêuticos , mecânicos e finalmente alguém disposto a se comprometer com o ministério barco hospital e suas responsabilidades.

2) Recurso de materiais
Os remedios, Alimentos para as viagens e distribuições ás comunidades indígenas, comidas, roupas, brinquedos , bíblias e etc.


Login | Join | Site-map
Copyright (c) GRAMIN(포) All rights reserved.